terça-feira, 13 de junho de 2017

Julie Delpy – “2 Dias em Paris” / “2 Days in Paris”


Julie Delpy – “2 Dias em Paris” / “2 Days in Paris”
(França/Alemanha – 2007) – (96 min. / Cor)
Adam Goldberg, Julie Delpy, Marie Pillet, Albert Delpy, Aleksia Landeau.


Julie Delpy estreou-se no cinema com apenas 14 anos, na película de Jean-Luc Godard, “Detective”. Desde então nunca mais parou, dividindo a sua actividade de actriz entre o Velho Continente e o Novo Mundo. Filha dos actores Albert Delpy e Marie Pillet, esta francesa escolheu Nova Iorque para aperfeiçoar o seu talento e, como não podia deixar de ser, a realização sempre foi um sonho perseguido com tenacidade, até que em 1995 se estreou na realização de uma curta-metragem intitulada “Blah Blah Blah”, apresentada no célebre Festival de Sundance, cujo responsável máximo como todos sabemos é o carismático Robert Redford.


Sendo sempre autora dos argumentos dos filmes que dirige, em 2002 realiza “Looking for Jimmy” e dois anos depois surge “J’ai peur, j’ai mal, je meurs”, no mesmo ano em que a encontramos como protagonista no célebre filme de Richard Linklater “Before Sunset” / “Antes do Anoitecer”, contando com a participação de Ethan Hawke no protagonista e tendo como pano de fundo a bela cidade de Paris.
A experiência deste filme deixou marcas na actriz/realizadora e três anos depois, em 2007, nasce “2 Dias em Paris” / “2 Days in Paris”, uma delirante comédia, escrita, produzida, interpretada e realizada por Julie Delpy.


Marion (Julie Delpy) é uma fotógrafa francesa que vive em Nova Iorque com o namorado Jack (Adam Goldberg) e, após umas férias passadas em Veneza, decide passar com ele dois dias em Paris antes de regressar a casa, visitando assim os pais e amigos. Paris, a eterna cidade do amor, afigura-se para ela o local perfeito para aprofundar a sua relação sentimental, que atravessa momentos delicados. No entanto Jack (Adam Goldberg), que não fala francês e não conhece os pais de Marion (Julie Delpy), irá ser surpreendido pela forma de estar dos seus sogros, um casal mordaz e por vezes inconveniente, invadindo a sua privacidade e fazendo comentários sarcásticos acerca do jovem norte-americano, que o conduzirão ao desespero, ao mesmo tempo que vai conhecendo os amigos de Marion (Julie Delpy), muitos deles ex-namorados que, ao reverem a sua musa do passado, não olham a meios para atingirem fins, recebendo Jack (Adam Goldberg) de braços abertos, ao mesmo tempo que troçam dele.
Jack (Adam Goldberg) que desconhece a língua francesa, será por diversas vezes colocado a ridículo por todos aqueles com quem se cruza, começando a ver a sua relação sentimental a abeirar-se perigosamente da ruptura, entrando em conflito permanente com a mulher que ama.


A imagem que Julie Delpy nos oferece dos franceses é profundamente mordaz, veja-se o caso dos diversos motoristas de táxis, sempre prontos a discursar sobre os mais diversos assuntos, passando por esse espírito muito Maio 68 que ainda habita a mentalidade dos pais, até chegarmos ao pequeno universo radical e artístico dos seus amigos.
Usando os diálogos como verdadeiras baionetas, Julie Delpy constrói uma cativante história de amor que passa por dias difíceis. Mas qual não é o amor que não conhece pequenas tempestades no seu trajecto?
E como não podia deixar de ser, após o dilúvio das palavras, onde a linguagem é a chave deste filme, surge a tão desejada bonança que transforma este “2 Dias em Paris” / “2 Days in Paris”, numa comédia edificante sobre esse caminho repleto de armadilhas, que tantas vezes nos conduz às fundações do amor, transformando-o num lar à prova de sismos.


“2 Dias em Paris” / “2 Days in Paris”, escrito, produzido, interpretado e realizado por Julie Delpy é a prova perfeita de como uma simples ideia se pode transformar numa obra cinematográfica repleta de humor e carinho pelos personagens, uma película de baixo orçamento verdadeiramente cativante.

2 comentários:

  1. Vale a pena ver! Momento bem passado, em que se matam as saudades da "nossa" cidade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao vermos este filme só nos apetece regressar a Paris: a nossa cidade favorita do Planeta Azul!
      Beijinhos!

      Eliminar