sábado, 5 de novembro de 2016

Fernando Lopes – “Crónica dos Bons Malandros”


Fernando Lopes – "Crónica dos Bons Malandros"
(PORTUGAL - 1984) – (81 min. / Cor)
Lia Gama, João Perry, Maria do Céu Guerra, Nicolau Breyner, Paulo de Carvalho, Virgílio Castelo, Zita Duarte.

Fernando Lopes ao decidir levar ao cinema o livro de Mário Zambujal "Crónica dos Bons Malandros", afirmou na época que aquilo que estava em jogo era o seu futuro no cinema. Felizmente o tempo comprovou que o cineasta Fernando Lopes tinha vindo para ficar e películas como "Lá Fora" e “98 Octanas” são a prova disso mesmo.



Mas se o livro de Mário Zambujal foi um êxito editorial, já com o filme tal não sucedeu, infelizmente. O segredo da manipulação (imagem/som) que é a montagem, por vezes foi esquecido e o ritmo do filme termina por ser afectado. Os efeitos especiais de Mário Neves, criados para o assalto ao Museu, devido à impossibilidade de se filmar no seu interior, apresentam-se demasiado extensos. Por outro lado, a célebre intervenção de Mário Zambujal (no narrador) termina por não surtir efeito.


Já a homenagem ao musical norte-americano, feita de uma forma em que é bem visível a matéria artesanal dos meios (premeditada), pedia uma montagem mais eficaz onde o ritmo pontuasse a acção, o mesmo sucedendo nos encontros no bar "Tóquio".
No entanto as primeiras sequências do filme, desde o olhar de "espanto" de Nicolau Breyner para o produto do futuro roubo, até ao hilariante diálogo junto ao Teatro S. Carlos, são elementos de uma comédia extremamente saborosa e divertida. Fernando Lopes, que se divertiu imenso a realizar “A Crónica dos Bons Malandros”, confirmava a comédia como um dos caminhos possíveis para o Cinema Português.

Sem comentários:

Enviar um comentário