sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Brian Eno – “On Land” – (Ambient 4)


Brian Eno
"On Land" - (Ambient 4)
Editions EG

Foi através do álbum “Another Green World”, que a concepção de paisagem nasceu na música de Brian Eno, como se tratasse de uma pintura, em que os diversos instrumentos são as cores que irão surgir na tela trabalhados pelas mãos do músico, como se fosse um pintor, ao mesmo tempo que por diversas ocasiões eram adicionados materiais exteriores a essa paleta de cores, através de diversas gravações sonoras obtidas através dessa musicalidade que o planeta azul por vezes proporciona ao ouvinte mais atento, quando saboreia tranquilo o silêncio da paisagem ou se preferirem a sua musicalidade.


Ao criar essas telas, através das imagens que sonoramente lhe chegam, Brian Eno irá usar precisamente esse processo para a gravação do álbum “On Land”, o quarto capítulo da série Ambient, que tinha iniciado com o álbum “Music For Airports”, já aqui referido. Temos assim um conjunto de oito temas em que os sons ambiente são provenientes das mais diversas partes do mundo, ao qual se juntaram uma panóplia de instrumentos tocados por Eno, acompanhado por nomes bem conhecidos desta área musical e seus habituais colaboradores, como são os casos de Jon Hassell, Michael Brook e Daniel Lanois, a que se juntaram Bill Laswell, Alex Gross e Michael Beinhorn.


Mais uma vez o ambiente gerado por esta música, que se expande pelo espaço e que nos vai prendendo a atenção, sem interferir com outras actividades do ouvinte, permite-nos usá-la como um complemento espacial do quotidiano, fugindo do caos em que este século se começa a transformar. Ao escutarmos “On Land” somos transportados para os mais diversos territórios do globo de forma tranquila e sonhadora, permitindo-nos assim observar a paisagem ou se preferirem a exposição de quadros sonoros oferecidos por esse músico de eleição chamado Brian Eno.

Aqui vos deixo o convite para escutarem o último tema do álbum “On Land”, intitulado “Dunwich Beach, Autumn, 1960” (click no título), que encerra a série Ambient de Brian Eno.

Boa audição!

Sem comentários:

Enviar um comentário