sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Steven Spielberg – O Vendedor de Sonhos – Parte 9


"Catch Me If You Can" / "Apanha-me se Puderes"

Depois, como se fosse uma questão de vida ou de morte, Steven Spielberg e a estrela de “Titanic” Leonardo DiCapprio, fazendo dupla com o “magic-boy” Tom Hanks, recriam no grande écran a vida do misterioso e maravilhoso Frank Abagnale Jr., uma das figuras mais procuradas pelo F.B.I., embora os seus crimes fossem de uma ordem sofisticada, ou como diria Orson Welles: “F for Fake”.
Só que, desta vez, este falsário de inúmeras identidades apenas fez burlas na ordem dos 2,5 milhões de dollars em cerca de vinte e seis países. Leonardo DiCapprio recria a figura de Frank Abagnale Jr. de uma forma soberba, transportando consigo esse verdadeiro dom do falsário, transformando em pura magia as suas aventuras.


Leonardo DiCapprio interpreta Frank Abagnale Jr.,
uma das figuras mais procuradas na época pelo FBI.

Ele foi piloto da Pan-America, médico pediatra, professor de História e advogado, mas no seu encalço teve sempre um agente chamado Carl Hanratty (Tom Hanks), que jogou com ele ao gato e rato, terminando por capturá-lo, após uma longa perseguição.


O agente Carl Hanratty (Tom Hanks) percorre a América
em busca de Frank Abagnale Jr. (Leonardo DiCapprio).

Veículo excelente para Leonardo DiCaprio brilhar e mostrar todo o seu valor, “Apanha-me Se Puderes”/”Catch Me If You Can” é na verdade uma daquelas películas que respiram frescura por todos os poros, nele se encontrando a modernidade no cinema e por razões que a própria razão desconhece foi durante as filmagens deste filme que a biografia de Howard Hughes chegou às mãos de DiCaprio, levando-o a ser o principal responsável pela feitura de “O Aviador” / ”The Aviator”, já que foi ele que conseguiu seduzir os Estúdios para o projecto que seria dirigido por Martin Scorsese.
Por outro lado o reencontro de Steven Spielberg e Tom Hawks levou o primeiro a convidar o segundo para protagonista do seu filme seguinte, o maravilhoso e apaixonante “Terminal”.


Viktor Navorsky, uma inesquecível personagem,
criada de forma genial por Tom Hanks!

Muitos de nós já passaram por essa aldeia global que é um Terminal de Aeroporto e é inevitável, nos dias de hoje, ao chegarmos a um Aeroporto e depararmos com alguma dificuldade, lembrarmo-nos de imediato de Viktor Navorsky, uma das mais belas personagens a quem Tom Hanks deu vida no cinema, num registo profundamente capriano, ao deparar-se na “terra de ninguém” no Aeroporto JFK de Nova Iorque, vindo da longínqua Krapozia (um desses pequenos países do Leste Europeu e onde se está a dar um golpe de Estado, que culmina com o fecho de fronteiras com o exterior), ficando retido na zona internacional.


O sempre excelente Stanley Tucci está soberbo
em "The Terminal" / "Terminal de Aeroporto"!

“Terminal de Aeroporto” / “The Terminal” vai girar em torno de Viktor Navorski (Tom Hanks), que irá tentar sobreviver às adversidades, apesar dos esforços de Frank Dixon (genial interpretação de Stanley Tucci) para se ver livre dele, mas a solidariedade que vai receber das pessoas que vai conhecendo no interior do Aeroporto, desde a agente Torres da polícia (Zoe Saldanha), passando pela bela hospedeira Amelia (Catherine Zeta-Jones), por quem tem um bater de coração, até ao nosso amigo Gupta “Wet Floor” (Kumar Pallana), que se diverte a ver os passageiros a caírem no chão molhado,  todos eles irão ajudá-lo a realizar a sua “missão” na América, um velho desejo que se encontra bem guardado numa pequena caixa que Viktor Navorsky (Tom Hanks) transporta consigo e cujo conteúdo misterioso só será revelado no final da película.


Nem a bela Amelia (Catherine Zeta-Jones) escapa
ao chão molhado do amigo Gupta (Kumar Pallana).

Mais uma vez, a associação entre Tom Hanks e Steven Spielberg ofereceu-nos uma película que nos transporta com enorme saber a esse Universo Capriano, em que do céu caiu uma estrela, mas infelizmente nem todos pensaram assim e “Terminal de Aeroporto” / "The Terminal" saldou-se por um insucesso crítico e de bilheteira.

(continua)

Sem comentários:

Enviar um comentário