quarta-feira, 25 de maio de 2016

Michael Brook – “Cobalt Blue”


Michael Brook
"Cobalt Blue"
4AD

Michael Brook nasceu em Toronto, tendo feito estudos na respectiva universidade, onde conheceu o trompetista Jon Hassell, que o irá apresentar ao compositor minimalista LeMonte Young. Mais tarde irá trabalhar com o produtor canadiano Daniel Lanois, uma das principais figuras da Ambient Music.
Após ter colaborado no trabalho “Fourth World, Vol.1: Possible Musics” de Jon Hassell, surge a sua ligação a Brian Eno, que irá perdurar ao longo dos anos, tendo o seu álbum de estreia, “Hybrid”, contado com a participação de Brian Eno e Daniel Lanois.

Ao longo da sua carreira musical Michael Brook desenvolveu um intenso trabalho no interior da denominada “World Music”, ao mesmo tempo que assinava diversas bandas sonoras, sendo de destacar os trabalhos “Albino Aligator” e “Inconvenient Truth”.


Michael Brook tem mantido ao longo dos anos uma especial ligação a músicos como os irmãos Brian e Roger Eno, Laraaji, Jon Hassell e David Sylvian, com quem participou na tournée levada a cabo após a saída do álbum “The First Day”, onde o som da sua infinity guitar é bem patente.

“Cobalt Blue” revela-se como a sua obra-prima no interior da Ambient Music, são 12 temas verdadeiramente envolventes que contam com a participação de James Pinker, Brian Eno, Roger Eno e Daniel Lanois, que criam as diversas atmosferas para a célebre infinity guitar de Michael Brook navegar de forma mais-que-perfeita.
Os temas “Slip Stream”, “Ondean” e “Urbana” revelam-se verdadeiros duetos ambientais entre Michael Brook e James Pinker, sendo também de destacar a introdução dos violinos de Nell Catchpole nos temas “Slow Breakdown” e “Show Bridge”, que abre o álbum.


A excelente recepção crítica a “Cobalt Blue” levou Michael Brook, a dar um espectáculo no Aquarium de Londres, a 21 de Maio de 1992, onde desenvolveu novas leituras dos temas oriundos de “Cobalt Blue”, dando assim origem ao trabalho “Live at Aquarium”. Se não conhece a música de Michael Brook, o álbum “Cobalt Blue” representa a mais bela porta de entrada para o universo deste guitarrista canadiano.

Sem comentários:

Enviar um comentário