domingo, 10 de abril de 2016

Jorge Silva Melo – “Século Passado"


Jorge Silva Melo
"Século Passado"
Livros Cotovia, Pag. 560

“Século Passado” é um livro da autoria de Jorge Silva Melo que reúne diversos textos escritos pelo autor em publicações periódicas, ao longo dos anos, assim como diversos textos cinematográficos publicados em diversos catálogos de cinema.

Mas “Século Passado” é muito mais do que uma compilação de textos porque, através deles, temos o retrato de uma geração brilhante, ao mesmo tempo que nos é oferecida uma imagem muito bela de uma época em que a cultura respirava por todos os poros, sendo um verdadeiro prazer a sua leitura, porque a literatura vive por aqui.


E nunca é demais realçar o trabalho de Jorge Silva Melo e Luís Miguel Cintra ao longo dos anos no Teatro da Cornucópia, onde foi possível viajar ao longo da História do Teatro, desde a Antiguidade até aos autores contemporâneos. Depois temos sempre a visão de crítico de cinema que Jorge silva Melo, nos deixou ao longo dos textos que escreveu sobre a Sétima Arte, recordo-me desse fabuloso catálogo editado pela Fundação Gulbenkian, aquando do ciclo de cinema Actor/Actor, que deixa maravilhado quem o descobre, seja cinéfilo ou não. 

E se há peças que nos ficam na memória para sempre, uma delas é precisamente “Casimiro e Carolina”, de Odon Von Horváth, onde o teatro visita o cinema pela porta grande da Sétima Arte, uma peça cuja encenação permanece bem viva nas minhas memórias, temos automóveis a movimentarem-se e um Zeppelin a voar, numa encenação memorável. Já no que respeita à obra cinematográfica de Jorge Silva Melo será sempre de recordar esse “António, Um Rapaz de Lisboa”, um filme magnífico que deixou perfeitamente espantados e maravilhados todos os espectadores que o viram, respirava cinema por todos os fotogramas.


“Século Passado” não é só o testemunho de uma geração, através da escrita inconfundível de Jorge Silva Melo, onde descobrimos esse enorme universo cultural do seu autor. mas também é um daqueles livros que nos faz o retrato dessa época, em que sonhar era uma aventura maravilhosa.

Nota: A peça "Casimiro e Carolina" de Odon Von Horváth pelo Teatro da Cornucópia teve encenação, dramaturgia e cenografia de Luís Miguel Cintra, Cristina Reis e Jorge Silva Melo.

Sem comentários:

Enviar um comentário