quinta-feira, 21 de abril de 2016

David Byrne – “The Catherine Wheel”


David Byrne
"The Catherine Wheel"
Sire

A 22 de Setembro de 1981, no Winter Garden Theatre de Nova Iorque, a conhecida coreógrafa Twyla Tharp estreava a sua última produção intitulada “The Catherine Wheel” com música de David Byrne, que irá contar com a inevitável colaboração de Brian Eno, assim como do guitarrista Adrien Belez, que já anteriormente tinha trabalhado com David Byrne, durante a digressão dos Talking Heads.


Twyla Tharp e David Byrne

A colaboração de David Byrne com Brian Eno deixa aqui os seus frutos, depois desse extraordinário álbum assinado pelos dois músicos, que ofereceu novos mundos ao mundo, que me seja perdoada a redundância, mas foi mesmo isso que fez “My Life in the Bush of Ghost”, que explorou a montagem de sons, palavras e música de forma até então nunca tentada, obtendo uma conjugação de sonoridades onde a palavra e a música surgiam em toda a sua plenitude, obrigando o ouvinte a meditar naquilo que os seus ouvidos escutavam.


David Byrne e Brian Eno

Mais uma vez, em “The Catherine Wheel”, David Byrne aborda nas poucas canções do álbum os seus temas habitais das neuroses do quotidiano e essa selva de cimento que se transforma muitas vezes num verdadeiro campo de concentração, onde os seus habitantes não conseguem sobreviver sem esses bens de consumo tão queridos da sociedade contemporânea como o automóvel, a casa, ou as amantes e as drogas. São setenta minutos de música e meia-dúzia de canções, bem reveladoras do saber deste extraordinário poeta e compositor, que nunca pára de nos surpreender.


Twyla Tharp

Já Brian Eno, em “The Catherine Wheel” , repete com enorme saber a colagem dos diversos temas, tal como tinha feito em “The Lamb Lies Down on Broadway” dos Genesis, oferecendo uma verdadeira viagem ininterrupta de 70 minutos por um universo que vai beber muito da sua sabedoria a essa fabulosa trilogia musical sobre a sociedade contemporânea, que foram os três álbuns charneira dessa banda chamada Talking Heads (“More Songs About Buildings and Food”, “Fear of Music” e “Remain in Ligjt”), que teve em David Byrne, o líder incontestado e mentor de um dos grupos rock mais fascinantes do século XX.


David Byrne

Ao escutarmos “The Catherine Wheel” mergulhamos mais uma vez numa música intemporal, que poderia ter sido feita nos dias de hoje, apesar de o álbum estar datado de 1981, o que demonstra bem o poder criativo deste músico chamado David Byrne.

Nota; O bailado "The Catherine Wheel" de Twyla Tharp foi editado em DVD,

Sem comentários:

Enviar um comentário