terça-feira, 1 de março de 2016

Philip Roth – “O Fantasma Sai de Cena” / "Exit Ghost"


Philip Roth
"O Fantasma Sai de Cena"
D.Quixote, Pag. 288

Em “O Fantasma Sai de Cena” / “Exit Ghost”, Philip Roth regressa ao seu personagem Nathan Zuckerman. Desta feita iremos encontrar Zuckerman com a idade de setenta anos, a viver isolado nas montanhas, longe de tudo e de todos, dedicando-se exclusivamente ao seu trabalho de escritor, depois de ter sido ameaçado de morte por um desconhecido. Por ali vive isolado, já lá vão dez anos, sem jornais, televisão, amigos ou mulheres, mas um problema de saúde irá obrigá-lo a regressar a essa grande metrópole chamada New York.


Na Big Apple Nathan Zuckerman irá confrontar-se com o passado ao reconhecer a amante do seu mentor, o escritor E. I. Lonoff, cujos livros foram esquecidos por todos, excepto um jovem chamado Kliman que pretende escrever uma biografia sobre esse autor, morto há muito, levando consigo para o túmulo um terrível segredo da juventude.


Nathan Zuckerman irá conhecer durante a sua estadia um jovem casal de escritores, Jamie e Billy, que lhe propõem uma permuta de casa, oferecendo-lhe o seu apartamento luxuoso em New York durante um ano, em troca da sua pequena casa perdida nas montanhas, porque pretendem escrever no sossego da solidão.

O escritor irá aceitar a permuta, mas ao conhecer melhor Jamie, que após ter publicado com sucesso um conto na “New Yorker” nunca mais viu nada publicado durante os cinco anos seguintes, irá sentir uma verdadeira atracção fatal pela jovem, que o conduzirá a escrever um livro tendo ambos por personagens, alimentando desta forma os seus sonhos, em busca da juventude perdida.

Estamos assim perante esse confronto entre juventude e velhice, que nos é oferecido de forma magistral por Philip Roth, como é seu hábito; por outro lado iremos sentir o medo que se instalou na Big Apple após os atentados do 11 de Setembro e que levou muitos dos seus habitantes a reiniciarem a vida noutras paragens com medo de mais um atentado. A forma como nos são descritos esses acontecimentos, a par da reeleição de George Bush, são bem demonstrativos dos sentimentos dos meios liberais, ao conhecerem o sabor da derrota.

“O Fantasma Sai de Cena” / “Exit Ghost”é um livro profundamente comovente, ao acompanharmos os passos desta espécie de alter-ego do escritor, chamado Nathan Zuckerman, cuja vida tem sido retratada por Philip Roth ao longo da sua genial obra literária.

Sem comentários:

Enviar um comentário