terça-feira, 15 de março de 2016

Harmonia & Eno ‘ 76 – “Tracks and Traces”


Harmonia & Eno ' 76
"Tracks and Traces"
Gronland Records

Harmonia 76
Tracks & Traces"
Rykodisc

Harmonia & Eno ' 76
"Tracks and Traces Remixed"
Gronland Records

O grupo Harmonia nasceu da junção do guitarrista Michael Rother, dos Neu, com os dois membros do grupo Cluster, Hans-Joachim Rodelius e Dieter Moebius, que possuíam o seu próprio Estúdio de gravação, nessa tranquila região Bávara da Floresta Negra, onde podiam trabalhar de forma contemplativa a música que criavam, oferecendo-nos verdadeiras paisagens musicais, por onde fluía a guitarra de Michael Rother.


 Primeira capa do álbum editado em CD

Após terem gravado dois álbuns, “Music Von Harmonia” (1974) e “DeLuxe” (1975), o visionário Brian Eno, ao escutar os trabalhos dos Harmonia, elegeu-os como o mais importante grupo de rock surgido nesses anos, tendo de imediato partido ao seu encontro, para trabalharem em conjunto os temas que irão dar origem ao álbum “Tracks and Traces”, mas durante as sessões de gravação no Estúdio dos Cluster, Brian Eno irá receber o célebre convite de David Bowie para trabalhar com ele em Berlin, porque também Bowie se encontrava fascinado pelo movimento Krautrock, tendo de imediato Eno partido ao seu encontro, para participar com David Bowie naquele que ficou conhecido como o período de Berlin do qual nasceram três álbuns.

Harmonia & Eno

Os temas produzidos nos Estúdios da Floresta Negra pernoitaram durante longos anos até verem a luz do dia, já numa época em que Michael Rother encetara uma carreira de sucesso a solo, enquanto Moebius e Rodelius refundavam os Cluster e Brian Eno se transformava na figura proeminente da denominada Ambient Music.

Harmonia & Eno ' 76  - "Tracks and Traces Remixed"

O surgimento deste trabalho tão secreto surpreendeu meio-mundo nos anos noventa do século passado, mas rapidamente ficou esquecido devido a uma deficiente distribuição e divulgação. Em 2009 surgiu uma nova edição, ostentando uma nova capa (fotografia dos quatro músicos a beberem café ou chá), que nos oferece três temas extras à gravação original: “Welcome”, “Atmosphere” e “Aubade”. “Tracks and Traces” é todo ele composto por temas instrumentais, da autoria dos quatro músicos, excepto “Luneburg Heath” uma faixa cantada por Brian Eno.


Redescobrir “Tracks and Traces” de “Harmonia & Eno” é um verdadeiro mergulho no interior das belas paisagens criadas pelo Krautrock, que tanto fascinou uma geração e que bem merece ser descoberto neste novo milénio, já que se trata de uma das pérolas mais secretas desta maravilhosa música.

Sem comentários:

Enviar um comentário