domingo, 6 de março de 2016

Wayne Wang / Paul Auster - “Fumo” / “Smoke”


Wayne Wang / Paul Auster – "Fumo" / "Smoke"
(EUA/ALE – 1995) – (112 min. - Cor - P/B)
Harvey Keitel, William Hurt, Stockard Channinh, Giancarlo Esposito, Daniel Auster.

A associação do conhecido escritor norte-americano Paul Auster com o realizador Wayne Wang nasceu após o primeiro ter lido o conto que este escreveu para o New York Times, intitulado “A História de Natal de Auggie Wren. Uma daquelas histórias comoventes que só poderia sair da prodigiosa imaginação de Paul Auster. E, como não podia deixar de ser, o escritor elegeu Brooklin como o local das filmagens, bairro onde habita e que conhece bem.


Iremos assim descobrir, ao longo do filme, as diversas personagens que se cruzam na Tabacaria do afável Augie Wren (Harvey Keitel), a maioria delas deserdados da vida, que encontram naquele local onde compram os seus cigarros o refúgio ideal para olharem o quotidiano, sempre repleto de pequenos acontecimentos sem importância, mas que iluminam as suas vidas, elegendo o proprietário como o interlocutor privilegiado.


 Entre todas as personagens que vamos conhecendo ao longo de “Fumo” / “Smoke”, será sempre de destacar a interpretação de William Hurt na figura de um escritor falido e em bloqueio criativo, chamado Paul Benjamin, precisamente o nome escolhido por Paul Auster para assinar o seu primeiro romance. Recorde-se que Paul Auster compra as suas cigarrilhas numa Tabacaria precisamente em Brooklin e certamente muitas das personagens de “Fumo” / “Smoke” são bem reais e conhecidas dele, ou não fosse a realidade quotidiana a maior influência da ficção.


Tanto Wayne Wang como Paul Auster conduzem “Fumo” / “Smoke” a um porto seguro, cinematograficamente falando, e quando perto do final somos confrontados com a história de Natal de Auggie Wren, que possui uma paixão pouco comum pela fotografia, usando a sua máquina fotográfica para fotografar a mesma esquina de uma rua do Bairro de Brooklin a horas diferentes do dia, para assim ver a vida a passar, entramos decididamente nessa magia literária, sempre tão patente na obra de Paul Auster, sendo a interpretação de Harvey Keitel verdadeiramente comovente, devido à sobriedade e amor com que interpretou a personagem.


 Paul Auster, Harvey Keitel e Wayne Wang

“Fumo” / “Smoke” revela-se assim como uma obra literária, que elegeu o cinema como suporte da sua magia. Um filme a descobrir por todos os apaixonados da obra de Paul Auster.

2 comentários: