domingo, 2 de abril de 2017

Oliver Stone – “Asassinos Natos” / “Natural Born Killers”


Oliver Stone – “Asassinos Natos” / “Natural Born Killers”
(EUA – 1994) – (118 min. – Cor – P/B)
Woody Harrelson, Juliette Lewis, Tom Sizemore, Robert Downey Jr. Tommy Lee Jones.

“Assassinos Natos” / “Natural Born Killers” de Oliver Stone é uma película repleta de violência, ao contar-nos a história de um casal de jovens delinquentes que espalham o terror por onde passam, só no intuito de se tornarem célebres e como não podia deixar de ser os Media irão dar-lhes uma visibilidade ainda maior.


Como sempre Oliver Stone procurou gerar polémica com este filme, que nasceu a partir de uma história de Quentin Tarantino, mas a película vai muito mais longe, porque aqui temos uma profunda crítica ao meio televisivo pelas opções que toma, sempre em busca do escândalo e da morte e da notícia fácil, para conquistar essa enorme plateia televisiva, sempre sedenta de sangue. E se virmos a forma como nos é dado o retrato do jornalista Wayne Gale (Robert Downey Jr.), que não olha a meios para oferecer ao público a história deste casal de criminosos, terminando por pagar com a sua própria vida o seu desejo de reportagem sensacionalista, fica tudo dito.


Ao revermos “Assassinos Natos” / “Natural Born Killers”, percebemos como a película de Oliver Stone se encontra muito à frente do seu tempo, construída com uma montagem insólita e a uma velocidade vertiginosa, à medida que seguimos os crimes de Mickey Knox (Woody Harrelson) e Mallory Knox (Juliette Lewis).
Infelizmente um casal de jovens na America fascinados por “Assassinos Natos” / “Natural Born Killers” decidiu dar vida e corpo às personagens do filme, espalhando o terror durante algum tempo, até serem apanhados pela polícia.
Esta película surge assim, nos dias de hoje, como uma profunda crítica aos Media e à sua sede de sensacionalismo, nessa busca incessante de audiências.

Sem comentários:

Enviar um comentário