segunda-feira, 13 de março de 2017

Susan Sontag - "Olhando o Sofrimento dos Outros" / "Regarding The Pain of Others"


Susan Sontag
“Olhando o Sofrimento dos Outros”
Gótica, Pag.135

Numa época em que a violência e a guerra nos entram pela casa dentro através dos Media, em todos os seus formatos sem excepção e onde se nota também a necessidade de oferecerem diariamente, em nome das audiências, um desastre natural ou um trágico acidente, somos assim convidados a interrogar-nos como olha o ser humano o sofrimento dos outros.
Este magnifico ensaio da norte-americana Susan Sontag, que infelizmente já nos deixou, mas cuja actualidade é cada vez mais evidente, leva-nos aqui a sugerir a sua leitura. Mas será que os Media tiveram sempre este apetite pela destruição, o sangue e a morte, adorando conviver com a guerra?
Vejamos o que nos responde Susan Sontag no seu magnífico livro, pela voz ou escrita, se preferirem, de Charles Baudelaire, que em 1860, escreveu no seu Diário:


Pablo Picasso - "Guernica"


"É impossível passar os olhos por qualquer jornal, de qualquer dia, mês ou ano, sem deparar em cada linha com os mais tremendos traços de perversidade humana... Todos os jornais da primeira à última linha, não passam de um tecido de horrores. Guerras, crimes, roubos, devassidões, torturas, os maus actos de príncipes, de nações, de indivíduos, uma orgia de atrocidade universal. E é com tal odioso apetite que o homem civilizado acompanha diariamente o seu repasto matinal." 


Charles Baudelaire 

in "Diário, 1860" 

(citado no livro de Susan Sontag "Olhando o Sofrimento dos Outros")

Sem comentários:

Enviar um comentário